segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Amy



Eu protelei esta postagem por receio do "calor" causado pelos últimos acontecimentos.

A morte de Amy Winehouse deu tanto IBOP que, "chegou a dar fadiga". 
Falar sobre tal assunto,nos últimos 7 dias, seria provável demais para minha personalidade assumidamente improvável.

E quanta ênfase foi dada para os problemas de dependência química, que Amy possuía, "né!?".
Esqueceram-se de seu talento!
Esqueceram que sua ofensividade era, apenas, auto-destruidora.
Afinal, essa criatura prejudicou apenas a si mas, infelizmente, tem sido lembrada apenas pelas polêmicas que causou em virtude de sua doença.

Fica a minha opinião:

Amy foi uma excelente compositora  e cantora que, ressuscitou a soul music e nos proporcionou momentos únicos e, inquestionavelmente, prazerosos.

PS: Seria muito melhor se ela tivesse dito: SIM, SIM, SIM, ao invés de NO, NO. NO para a reabilitação.






Por Ana Paula Sousa








Um comentário:

  1. Minha Amy =/ foi sedo, gostei de sua escrita. Tenha uma boa tarde. bjs

    ResponderExcluir